Estréias da Semana [23 a 29 de março]

Jogos Vorazes (The Hunger Games)

Adaptado do romance homônimo de Suzanne Collins (clique aqui para ler a resenha do livro), o longa-metragem é uma ficção-científica futurística, ambientada em um continente dividido em Distritos e a Capital. Antes eram 13 Distritos, mas eles se rebelaram contra a Capital, que acabou vencendo a guerra e, como punição, destruiu o 13° Distrito e criou os Jogos Vorazes. Uma vez ao ano, cada Distrito deve sortear duas crianças (um menino e uma menina) de doze a dezoito anos para batalhar em uma arena (televisionada para todo o país) até que apenas um sobreviva. Neste contexto, conhecemos Katniss, uma jovem de dezesseis anos que cuida de sua família sozinha e que acaba se oferecendo para batalhar no lugar da irmã mais nova.

Confira a ficha técnica do filme clicando aqui. 

Raul – O Início, o Fim e o Meio

Enquanto o mundo fervilhava nas trepidações das motos de Easy Rider, no ritmo frenético de Elvis Presley, nos poetas Beatniks, na explosão da contracultura, um menino da Bahia deu a luz ao Rock no Brasil. Um disco voador desgovernado que abduziu o coração e a mente de milhares de fãs. Raul Seixas, um homem que virou mito. O filme desvenda através de imagens raras de arquivo, encontros com familiares, conversas com artistas, produtores e amigos, a trajetória da lenda do Rock.

Pina 

Documentário sobre a dançarina Pina Bausch e seu grupo de dança. É o primeiro filme do gênero que também pode ser visto em 3D.

Confira o primeiro trailer de “Sombras Negras”, novo filme Burton-Depp

Após várias imagens curiosas lançadas na rede, o novo longa com a já conhecida parceria entre o diretor Tim Burton e o ator mais bem pago de Hollywood, Johnny Depp (que já realizaram títulos como Sweeney Todd e Alice no País das Maravilhas), acaba de ter seu primeiro trailer divulgado. Pelo jeito, Dark Shadows, baseado na série cult homônima da ABC, vai misturar sobrenaturalidade com o humor burlesco, a fórmula típica de Burton. Confira:

Na trama, conhecemos a estranha família Collins, que se muda para uma mansão sem saber que ali, antigamente, vivia um homem que fora amaldiçoado por uma bruxa, transformado em vampiro e preso em uma cripta. Porém, agora, ele acordou em plenos anos 70 e precisa se ajustar à época, enquanto sente saudades de sua amada. O longa estréia em 22 de junho no Brasil. No elenco também estão Chloë Grace Moretz (Deixe-Me Entrar), Eva Green (Cruzada), Helena Bonham Carter (Clube da Luta), Michelle Pfeiffer (Ligações Perigosas), Jackie Earle Haley (A Hora do Pesadelo), entre outros. O roteiro é do novato Seth Grahame-Smith, que chega também este ano com outro filme vampiresco, Abraham Lincoln: Caçador de Vampiros.

Comunicado

Leitores, desculpem-me por todo esse tempo ausente (foram três semanas!). Mas é que eu decidi tirar umas férias do blog por alguns dias, até porque não estava dando tempo para nada. Porém, nesta sexta-feira as postagens já começam novamente. Enquanto isso, estou aqui no meu outro blog, A Cafeteria da Esquina, fazendo alguns ajustes e reformulando-o.

CONHEÇA OS VENCEDORES DO OSCAR 2012!

É isso! O Oscar 2012 já divulgou seus vencedores. Apresentada por um Billy Crystal ora sem graça, ora inspirado, a premiação teve direito a até apresentação exclusiva do Circu du Soleil. A Invenção de Hugo Cabret dominou as categorias técnicas. Foram cinco ao total, sendo que uma delas totalmente de surpresa: Melhores Efeitos Visuais, que não era o favorito, e nem devia ter ganho (os efeitos são ótimos, mas havia candidatos melhores). Porém, foi O Artista quem dominou a edição, com cinco vitórias – sendo três delas principais -, consagrando-se como o melhor filme do ano. Outra surpresa ficou por conta da vitória de Millennium – Os Homens Que Não Amavam As Mulheres em Melhor Montagem. Harry Potter e as Relíquias da Morte – Parte 2 foi, desde o início na verdade, injustiçado pela Academia e não levou uma estatueta sequer. E uma das partes mais emocionantes da festa foi a vitória de Meryl Streep, a recordista de indicações ao Oscar, por seu papel em A Dama de Ferro. Os discursos mais emocionantes da noite foram os de Octavia Spencer (ela mais chorou do que falou, na verdade – não era pra menos), da própria Meryl Streep e do diretor do filme iraniano A Separação, Asghar Farhadi, que falou sobre a atual situação de seu país. Confira os vencedores da octogésima quarta edição do Oscar logo abaixo:

Melhor Filme

  • A Árvore da Vida, de Terrence Malick
  • A Invenção de Hugo Cabret, de Martin Scorsese
  • Cavalo de Guerra, de Steven Spielberg
  • Histórias Cruzadas, de Tate Taylor
  • Meia-Noite em Paris, de Woody Allen
  • O Artista, de Michel Hazanavicius
  • O Homem Que Mudou o Jogo, de Bennett Miller
  • Os Descendentes, de Alexander Payne
  • Tão Forte e Tão Perto, de Stephen Daldry

Melhor Diretor

  • Alexander Payne, por Os Descendentes
  • Martin Scorsese, por A Invenção de Hugo Cabret
  • Michel Hazanavicius, por O Artista
  • Terrence Malick, por A Árvore da Vida
  • Woody Allen, por Meia-Noite em Paris

Melhor Roteiro Original

  • A Separação, de Asghar Farhadi
  • Margin Call – O Dia Antes do Fim, de J.C. Chandor
  • Meia-Noite em Paris, de Woody Allen
  • Missão Madrinha de Casamento, de Annie Mumolo e Kristen Wiig
  • O Artista, de Michel Hazanavicius

Melhor Roteiro Adaptado

  • A Invenção de Hugo Cabret, de John Logan
  • O Espião Que Sabia Demais, de Bridget O’Connor e Peter Straughan
  • O Homem Que Mudou o Jogo, de Aaron Sorkin, Stan Chervin e Steven Zaillian
  • Os Descendentes, de Alexander Payne, Jim Rash e Nat Faxon
  • Tudo Pelo Poder, de Beau Willimon, George Clooney e Grant Heslov

Melhor Atriz

  • Glenn Close, por Albert Nobbs
  • Meryl Streep, por A Dama de Ferro
  • Michelle Williams, por Sete Dias com Marilyn
  • Rooney Mara, por Millenium – Os Homens Que Não Amavam As Mulheres
  • Viola Davis, por Histórias Cruzadas

Melhor Ator

  • Brad Pitt, por O Homem Que Mudou o Jogo
  • Demián Bichir, por A Better Life
  • Gary Oldman, por O Espião Que Sabia Demais
  • George Clooney, por Os Descendentes
  • Jean Dujardin, por O Artista

Melhor Atriz Coadjuvante

  • Berénice Bejo, por O Artista
  • Janet McTeer, por Albert Nobbs
  • Jessica Chastain, por Histórias Cruzadas
  • Melissa McCarthy, por Missão Madrinha de Casamento
  • Octavia Spencer, por Histórias Cruzadas

Melhor Ator Coadjuvante

  • Christopher Plummer, por Toda Forma de Amor
  • Jonah Hill, por O Homem Que Mudou o Jogo
  • Kenneth Branagh, por Sete Dias com Marilyn
  • Max von Sydow, por Tão Forte e Tão Perto
  • Nick Nolte, por Guerreiro

Melhor Animação

  • Chico & Rita
  • Gato de Botas
  • Kung Fu Panda 2
  • Rango
  • Um Gato em Paris

Melhor Filme Estrangeiro

  • A Separação, de Asghar Farhadi (Irã)
  • Hearat Shulayim, de Joseph Cedar (Israel)
  • In Darkness, de Agnieszka Holland (Polônia)
  • Monsieur Lazhar, de Philippe Falardeau (Canadá)
  • Rundskop, de Michael R. Roskam (Bélgica)

Melhores Efeitos Visuais

  • A Invenção de Hugo Cabret
  • Gigantes de Aço
  • Harry Potter e as Relíquias da Morte – Parte 2
  • Planeta dos Macacos: A Origem
  • Transformers: O Lado Oculto da Lua

Melhor Fotografia

  • A Árvore da Vida, de Emmanuel Lubezki
  • A Invenção de Hugo Cabret, de Robert Richardson
  • Cavalo de Guerra, de Janusz Kaminski
  • Millenium – Os Homens Que Não Amavam As Mulheres, de Jeff Cronenweth
  • O Artista, de Guillaume Schiffman

Melhor Trilha Sonora

  • A Invenção de Hugo Cabret, de Howard Shore
  • As Aventuras de Tintim, de John Williams
  • Cavalo de Guerra, de John Williams
  • O Artista, de Ludovic Bource
  • O Espião Que Sabia Demais, de Alberto Iglesias

Melhor Canção Original

  • Man or Muppet, de Bret McKenzie, em Os Muppets
  • Real in Rio, de Carlinhos Brown, Sergio Mendes e Siedah Garrett, em Rio

Melhor Direção de Arte

  • A Invenção de Hugo Cabret, de Dante Ferretti e Francesca Lo Schiavo
  • Cavalo de Guerra, de Lee Sandales e Rick Carter
  • Harry Potter e as Relíquias da Morte – Parte 2, de Stephenie McMillan e Stuart Craig
  • Meia-Noite em Paris, Anne Seibel e Hélène Dubreuil
  • O Artista, de Gregory S. Hooper e Laurence Bennett

Melhor Montagem

  • A Invenção de Hugo Cabret, de Thelma Schoonmaker
  • Millenium – Os Homens Que Não Amavam As Mulheres, de Angus Wall e Kirk Baxter
  • O Artista, de Anne-Sophion Bion e Michel Hazanavicius
  • O Homem Que Mudou o Jogo, de Christopher Tellefsen
  • Os Descendentes, de Kevin Tent

Melhor Figurino

  • A Invenção de Hugo Cabret, de Sandy Powell
  • Anônimo, de Lisy Christl
  • Jane Eyre, de Michael O’Connor
  • O Artista, de Mark Bridges
  • W.E. – O Romance do Século, de Arianne Phillips

Melhor Maquiagem

  • A Dama de Ferro
  • Albert Nobbs
  • Harry Potter e as Relíquias da Morte – Parte 2

Melhor Edição de Som

  • A Invenção de Hugo Cabret
  • Cavalo de Guerra
  • Drive
  • Millenium – Os Homens Que Não Amavam As Mulheres
  • Transformers: O Lado Oculto da Lua

Melhor Mixagem de Som

  • A Invenção de Hugo Cabret
  • Cavalo de Guerra
  • Millenium – Os Homens Que Não Amavam As Mulheres 
  • O Homem Que Mudou o Jogo
  • Transformers: O Lado Oculto da Lua

Melhor Documentário

  • Hell and Back Again
  • If a Tree Falls: A Story of the Earth Liberation Front
  • Paradise Lost 3: Purgatory
  • Pina
  • Undefeated

Melhor Documentário em Curta-Metragem

  • God Is the Bigger Elvis
  • Incident in New Baghdad
  • Saving Face
  • The Barber of Birmingham: Foot Soldier of the Civil Rights Movement
  • The Tsunami and the Cherry Blossom

Melhor Curta-Metragem

  • Pentecost
  • Raju
  • The Shore
  • Time Freak
  • Tuba Atlantic

Melhor Animação em Curta-Metragem

  • A Morning Stroll
  • Dimanche
  • La Luna
  • The Fantastic Flying Books of Mr. Morris Lessmore
  • Wild Life

Conheça os indicados ao Framboesa de Ouro 2012, o prêmio dos piores do ano!

Antes, os vencedores do Framboesa de Ouro (prêmio dado aos piores do ano na área cinematográfica) eram divulgados nessa época, junto com os do Oscar. Porém, este ano, pela primeira vez na história da premiação, o regulamento foi modificado, e agora saberemos os nomeados. Em meio a tanto Michael Bay, A Saga Crepúsculo e homem se vestindo de mulher, é Adam Sandler o pior do ano, segundo a premiação. Confira:

Pior Filme

  • A Saga Crepúsculo: Amanhecer – Parte 1
  • Bucky Larson: Dotado para Brilhar
  • Cada um tem a Gêmea que Merece
  • Noite de Ano Novo
  • Transformers: O Lado Oculto da Lua
Pior Diretor
  • Bill Condon, por A Saga Crepúsculo: Amanhecer – Parte 1
  • Dennis Dugan, por Cada um Tem A Gêmea Que Merece, Esposa de Mentirinha
  • Garry Marshall, por Noite de Ano Novo
  • Michael Bay, por Transformers: O Lado Oculto da Lua
  • Tom Brady, por Bucky Larson: Dotado Para Brilhar

Pior Roteiro

  • A Saga Crepúsculo: Amanhecer – Parte 1
  • Bucky Larson: Dotado Para Brilhar
  • Cada um Tem a Gêmea Que Merece
  • Noite de Ano Novo
  • Transformers: O Lado Oculto da Lua

Pior Remake, Sequência ou Paródia
  • Arthur: O Milionário Irresistível
  • A Saga Crepúsculo: Amanhecer – Parte 1
  • Bucky Larson: Dotado Para Brilhar
  • Cada Um Tem A Gêmea Que Merece
  • Se Beber, Não Case! – Parte 2
Pior Ator
  • Adam Sandler, por Cada um Tem a Gêmea Que Merece, Esposa de Mentirinha
  • Nick Swardson, por Bucky Larson: Dotado Para Brilhar
  • Nicolas Cage, por Fúria Sobre Rodas, Caça às Bruxas e Reféns
  • Russel Brand, por Arthur: O Milionário Irresistível
  • Taylor Lautner, por A Saga Crepúsculo: Amanhecer – Parte 1, Sem Saída

Pior Atriz
  • Adam Sandler (como Jill), por Cada um Tem a Gêmea Que Merece
  • Kristen Stewart, por A Saga Crepúsculo: Amanhecer – Parte 1
  • Martin Lawrence (como Vovózona), por Vovó Zona 3: Tal Pai, Tal Filho
  • Sarah Jessica Parker, por Não Sei Como Ela Consegue, Noite de Ano Novo
  • Sarah Palin (como ela mesma), por Sarah Palin the Undefeated
Pior Ator Coadjuvante
  • Al Pacino (como ele mesmo), em Cada um Tem a Gêmea Que Merece
  • James Franco, por Sua Alteza
  • Ken Jeong, em Vovó Zona 3, Se Beber, Não Case! – Parte 2, Transformers 3: O Lado Oculto da Lua
  • Nick Swardson, em Cada um Tem a Gêmea que Merece, Esposa de Mentirinha
  • Patrick Dempsey, em Transformers: O Lado Oculto da Lua

Pior Atriz Coadjuvante
  • Brandon T. Jackson (como Charmaine), em Vovó Zona 3
  • David Spade (como Monica), em Cada um Tem a Gêmea Que Merece
  • Katie Holmes, em Cada um Tem a Gêmea que Merece
  • Nicole Kidman, em Esposa de Mentirinha
  • Rosie Huntington-Whiteley, em Transformers: O Lado Oculto da Lua
Pior Dupla
  • Nicolas Cage e mais qualquer outra pessoa em qualquer outro filme
  • Adam Sandler, e dezenas de outras pessoas em Cada um Tem a Gêmea Que Merece e Esposa de Mentirinha
  • Shia LaBeouf & A Modelo de Lingerie, em Transformers: O Lado Oculto da Lua
  • Kristen Stewart & Robert Pattinson ou Taylor Lautner, em A Saga Crepúsculo: Amanhecer – Parte 1
Pior Elenco
  • A Saga Crepúsculo: Amanhecer – Parte 1
  • Bucky Larson: Dotado para Brilhar
  • Cada um Tem a Gêmea que Merece
  • Noite de Ano Novo
  • Transformers: O Lado Oculto da Lua
 Como podem ver, é tudo uma grande brincadeira (cadê Lanterna Verde?). Os perdedores serão divulgados em 1° de abril (quer data melhor?).

Film Music Critic Awards 2012: os vencedores são divulgados!

O sindicato que avalia as melhores trilhas sonoras do ano divulgou sua lista de indicados e, dois dias depois, seus vencedores. Por isso, compactei ambas neste mesmo post. O grande vencedor foi a trilha de Cavalo de Guerra, do compositor John Williams. Eu, particularmente, não encontrei nada de inédito na composição. A grande surpresa foi a ausência da espetacular trilha de Millennium – Os Homens Que Não Amavam as Mulheres, que foi muito subestimada pelas premiações. Confira:

Melhor Trilha Musical

  • A Invenção de Hugo Cabret, de Howard Shore
  • As Aventuras de Tintim, de John Williams
  • Cavalo de Guerra, de John Williams
  • O Artista, de Ludovic Bource
  • The Greatest Miracle, de Mark McKenzie

Melhor Compositor

  • Alberto Iglesias
  • Alexandre Desplat
  • John Williams
  • Ludovic Bource
  • Michael Giacchino

Melhor Compositor Estreante

  • Brian Byrne
  • Lucas Vidal
  • Ludovic Bource
  • Michael Richard Plowman
  • The Chemical Brothers

Melhor Trilha Musical em Filme Dramático

  • Cavalo de Guerra, de John Williams
  • Jane Eyre, de Dario Marianelli
  • O Artista, de Ludovic Bource
  • Soul Surfer, de Marco Beltrami
  • W.E., de Abel Korzeniowski

Melhor Trilha Musical em Comédia

  • O Diário de Um Jornalista Bêbado, de Christopher Young
  • Paul, de David Arnold
  • Sua Alteza?, de Steve Jablonsky
  • Torrente 4, de Roque Baños
  • Um Natal Muito Louco, de William Ross

Melhor Trilha Musical em Ficção/Fantasia

  • A Invenção de Hugo Cabret, de Howard Shore
  • Harry Potter e as Relíquias da Morte – Parte 2, de Alexandre Desplat
  • Não Tenha Medo do Escuro, de Buck Sanders & Marco Beltrami
  • Padre, de Christopher Young
  • Super 8, de Michael Giacchino

Melhor Trilha Musical em Suspense/Aventura/Ação

  • Capitão América: O Primeiro Vingador, de Alan Sivestri
  • Drive, de Cliff Martinez
  • Gigantes de Aço, de Danny Elfman
  • Missão: Impossível – Protocolo Fantasma, de Michael Giacchino
  • Planeta dos Macacos: A Origem, de Patrick Doyle

Melhor Trilha Musical em Animação

  • As Aventuras de Tintim, de John Williams
  • Kung Fu Panda 2, de Hans Zimmer & John Powell
  • O Gato de Botas, de Henry Jackman
  • Rango, de Hans Zimmer
  • The Greatest Miracle, de Mark McKenzie

Melhor Trilha Musical em Documentário

  • Frozen Planet, de George Fenton
  • Hold at all Costs: The Story of the Battle of Outpost Harry, de Larry Groupé
  • Jig, de Patrick Doyle
  • Russland – I’m reich der tiger, bären und vulkane, de Kolja Erdmann
  • The Wind Gods, de Pinar Toprak

Melhor Canção Original

  • Captain America March, de Capitão América: O Primeiro Vingador
  • Final Round, de Gigantes de Aço
  • George Valentin, de O Artista
  • The Adventure Continues, de As Aventuras de Tintim
  • The Homecoming, de Cavalo de Guerra

Confira os vencedores do Costume Designers Guild Awards 2012

Com o prêmio da Academia, já prestes a divulgar seus ganhadores, confira os filmes vencedores do sindicato dos figurinistas deste ano. Uma grande surpresa ver que nenhum dos três filmes vencedores sequer foram indicados ao Oscar pela categoria. Confira:

Melhor Figurino em Filme Contemporâneo

  • Drive, de Erin Benach
  • Melancolia, de Manon Rasmussen
  • Millenium – Os Homens Que Não Amavam As Mulheres, de Trish Summerville
  • Missão Madrinha de Casamento, de Christine Wada e Leesa Evans
  • Os Descendentes, de Wendy Chuck

Melhor Figurino em Filme de Época

  • A Invenção de Hugo Cabret, de Sandy Powell
  • Histórias Cruzadas, de Sharen Davis
  • Jane Eyre, de Michael O’Connor
  • O Artista, de Mark Bridges
  • W.E., de Arianne Phillips

Melhor Figurino em Filme de Fantasia

  • A Garota da Capa Vermelha, de Cindy Evans
  • Harry Potter e as Relíquias da Morte – Parte 2, de Jany Temime
  • Piratas do Caribe: Navegando em Águas Misteriosas, de Penny Rose
  • Thor, de Alexandra Byrne
  • X-Men: Primeira Classe, de Sammy Sheldon

Estréias da Semana [24 a 29 de fevereiro]

Albert Nobbs (Albert Nobbs)

A trama gira em torno da história de uma mulher que, para poder trabalhar e sobreviver na machista Irlanda do século XIX, decide se passar por homem, adotando o nome Albert Nobbs. Sendo assim, ela vai trabalhar em um hotel de luxo, onde ela vive seus próximos trinta anos, sempre atuando como Albert Nobbs. Após tanto tempo, e agora envolvida em um estranho triângulo amoroso, ela percebe que está numa prisão construída por ela mesma. Adaptado de uma peça da Broadway. Indicado ao Oscar de Melhor Atriz (Glenn Close), Melhor Atriz Coadjuvante (Janet McTeer) e Melhor Maquiagem.

A Mulher de Preto (The Woman in Black)

O jovem advogado londrino Arthur Kipps é forçado a deixar seu filho de três anos e viajar para a pequena vila de Crythin Gifford para tratar dos assuntos do recentemente falecido dono da Casa Eal Marsh. Mas quando ele chega à arrepiante mansão, descobre segredos obscuros do passado da cidade. Sua sensação de mal-estar aumenta quando ele vislumbra uma misteriosa mulher toda vestida de preto.
Confira a ficha técnica do filme clicando aqui.

Tão Forte e Tão Perto (Extremely Loud & Incredibly Close)

Oskar, aos onze anos de idade, é uma criança excepcional: inventor amador, admirador da cultura francesa, pacifista. Depois de encontrar uma misteriosa chave que pertencia a seu pai, que morreu no World Trade Center no 11 de Setembro, ele embarca em uma incrível jornada – uma urgente e secreta busca por um segredo pelas cinco regiões de Nova York. Enquanto ele vaga pela cidade, ele encontra pessoas de todos os tipos, todos sobreviventes de seus próprios caminhos. Indicado ao Oscar de Melhor Filme e Melhor Ator Coadjuvante (Max von Sydow).

Confira os melhores roteiros de 2012, segundo o sindicato dos roteiristas

O Writers Guild Awards é o sindicato menos confiável em relação ao Oscar. Afinal, diferentemente do regulamento da Academia, o sindicato apenas indica à sua premiação os roteiros cujos roteiristas são membros do sindicato. Este ano, por exemplo, filmes elogiadíssimos como O Artista, O Espião Que Sabia Demais, Margin Call – O Dia Antes do Fim, entre outros, ficaram fora da competição, mas foram indicados ao Oscar. Confira as três categorias a seguir:

Melhor Roteiro Adaptado

  • A Invenção de Hugo Cabret
  • Histórias Cruzadas
  • Millenium – Os Homens Que Não Amavam As Mulheres
  • O Homem Que Mudou o Jogo
  • Os Descendentes
Melhor Roteiro Original
  • 50%
  • Jovens Adultos
  • Meia-Noite em Paris
  • Missão Madrinha de Casamento
  • Win Win
Melhor Roteiro de Documentário
  • Better This World
  • If a Tree Falls: A Story of the Earth Liberation Front
  • Nostalgia da Luz
  • Pina
  • Position Among The Stars
  • Senna

Golden Reel Awards 2012: o melhor som do ano!

O sindicato que nomeia os melhores filmes na categoria Edição de Som, anunciou seus vencedores de sua premiação, conhecida como Golden Reel Awards. Sem nenhuma grande surpresa, Cavalo de Guerra e A Invenção de Hugo Cabret mostram que são os preferidos ao Oscar. Confira:

Melhor Edição de Som: Efeitos Sonoros e Sonoplastia 

  • Cavalo de Guerra
  • Drive
  • Planeta dos Macacos: A Origem
  • Millenium – Os Homens Que Não Amavam As Mulheres
  • Missão: Impossível – Protocolo Fantasma
  • Super 8
  • Transformers: O Lado Oculto da Lua
  • Velozes e Furiosos 5 – Operação Rio

Melhor Edição de Som: Trilha Sonora

  • A Árvore da Vida
  • A Invenção de Hugo Cabret
  • Drive
  • HOP – Rebelde Sem Páscoa
  • Millenium – Os Homens Que Não Amavam As Mulheres
  • Padre
  • Super 8
  • Transformers: O Lado Oculto da Lua
Melhor Edição de Som: Trilha Sonora em Musical
  • Footloose
  • Os Muppets
  • The Perfect Age of Rock’n’Roll
  • Pina
Melhor Edição de Som: Filme Animação
  • As Aventuras de Tintim
  • Carros 2
  • Gato de Botas
  • Kung Fu Panda 2
  • Rango
  • Rio
  • Os Smurfs
Melhor Edição de Som: Diálogo e pós-sincronização
  • Cavalo de Guerra
  • Histórias Cruzadas
  • O Homem Que Mudou o Jogo
  • Planeta dos Macacos: A Origem
  • Quarentena 2
  • Sem Saída
  • Super 8
  • The Way
Melhor Edição de Som: Filme Documentário
  • A Caverna dos Sonhos Perdidos
  • Being Elmo: A Puppeteer’s Journey
  • George Harrison: Living in the Material World
  • Lemmy
  • Pearl Jam Twenty
Melhor Edição de Som: Filme Estrangeiro
  • 1920. The World’s Most Important Battle (Polônia)
  • A Chave de Sarah (França)
  • A Pele Que Habito (Espanha)
  • Circumstance (França, Irã)
  • In The Land of Blood and Honey (Bósnia, Sérvia)
  • The Flowers of War (China)
  • Tropa de Elite 2 – O Inimigo Agora é Outro (Brasil)