Stranger Things
Stranger Things

Nesta terça-feira (29), a revista norte-americana Rolling Stones divulgou a sua tradicional lista revelando os melhores álbuns musicais do ano, como sempre incluindo grandes nomes do cenário musical atual. Por isso, o que chamou a atenção dos fãs de Stranger Things foi encontrar a trilha sonora original da série na quadragésima sétima posição do ranking, destacando-se como o único álbum deste tipo dentre os selecionados.

A composição musical criada especialmente para a série da Netflix é produto das mentes criativas de Kyle Dixon e Michael Stein, membros do grupo eletrônico texano S U R V I V E. Utilizando-se de sintetizadores, suas composições foram essenciais para que a produção estabelecesse a nostalgia oitentista que a fez se tornar um enorme fenômeno – seja aplicando-as cirurgicamente durante as cenas ou na criação da já icônica música de abertura.

Em uma entrevista para a mesma revista, a dupla afirmou que, embora não tenha se inspirado em filmes ou programas específicos da época para compor a trilha de Stranger Things, é fã do trabalho de John Carpenter (do clássico Halloween) e do compositor Giorgio Moroder, responsável por Gatinhas, Top GunMidnight Express e muitos outros. O trabalho do grupo alemão Tangerine Dream em produções dos anos 80, como A Lenda e Comboio do Medo também foi destacado como uma das suas fontes de inspiração.

Segundo eles, quando os irmãos Duffer, criadores do seriado, ofereceram-lhes o trabalho, procuraram saber se conseguiriam produzir um material que seguisse um clima sombrio e amedrontador, mas que também incluísse fragmentos alegres e divertidos. Para estes últimos elementos, segundo Dixon, seu instinto foi seguir o que, para ele, significava a infância. “É difícil explicar, mas há certas notas que simplesmente soam a como é ser criança para mim”, disse ele ao entrevistador referindo-se ao cenário do R&B dos anos noventa, década em que cresceu.

Devido ao estrondoso sucesso do programa, foi encomendado pela Netflix o lançamento da trilha sonora original em dois volumes, que foram disponibilizados a partir de agosto em forma digital, CD e vinil (bem nostálgico, né?). Juntos, os dois álbum contêm quase cem músicas, dentre aquelas sinistras, como “Where’s Barb?” e  “The Upside Down” – esta última sobre o mundo invertido da trama – e outras empolgantes (“Biking to School”, “Hanging Lights”). Confira no player abaixo o primeiro volume:

 

 A segunda temporada de Stranger Things deve estrear em 2017.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s